Ola

Coreto da Igreja Matriz de Ubatuba.

Ola

Retreta, década de 80.

Ola

Apresentação no Teatro Municipal.

Retreta Maestro Pedrinho

A Retreta maestro Pedrinho é um grupo instrumental formado em 2003 na cidade de Ubatuba com objetivo de manter viva em nossa cidade a tradição das bandas de coreto - um conjunto importantíssimo na história da musica brasileira - e as atividade de convivência social em espaços públicos de Ubatuba.

A palavra retreta significa banda tocando em coreto - o coração da cidade - praças públicas, ou seja, qualquer espaço publico com possibilidade de atividade social.

O Maestro Pedro Alves de Souza, o Pedrinho, foi o maior expoente dessa tradição por terras caiçaras, por isso a justa homenagem. Com seu trompete brilhante o Pedrinho contagiava tanto instrumentistas quanto plateia e m apresentações vibrantes que reuniam moradores e turistas num ambiente de paz e congraçamento.

TEMPOS MEMORÁVEIS

As bandas de coreto uma tradição artística que nos remete ao Brasil colonial constituíram-se um elemento notável no desenvolvimento da música brasileira. As Bandas formadas por barbeiros – uma espécie faz tudo nas comunidades- e escravos, ganharam destaque no cenário nacional e a mistura de tradições europeias e africanas principalmente, porém sem excluir nenhuma influência, foram dando o tom do que hoje chamamos a música brasileira e, pode-se dizer tanto em gêneros eruditos quanto populares. O Choro é um grande exemplo da imensa contribuição destes conjuntos que revelaram Anacleto de Medeiros, Pixinguinha e muitos outros.

Pelas bandas de coreto de Ubatuba passaram grandes músicos, o Maurinho, Guerra, Filhinho, Toninho Maximiano, Alexandre marques, Manoel Cordeiro entre muitos que continuam entoando suas canções por meio das novas gerações de apaixonados pela musica e pela vida.